Sim, você está certa.
Talvez não se lembre, mas a minha imagem favorita era
“nascer da cama e encontrar o sol”,
procurar sempre ajustar os controles para o
coração do sol (heart of the sun, heart of the sun.)
Agora percebo que a vida correu mais,
teve maior estabilidade nas curvas e me ultrapassou.
Os controles, estes estão virados para o coração das coisas.
Eu cresço da cama e mergulho no coração do dia.
Cada dia, um de cada vez, e não pode ser ruim
porque dentro do dia está o que eu tenho, o que me vale.
E é bom.
Mas tão longe do sol, tão planeta e pedra e coisa.
Cada dia dentro do Plano.
Que estranho viver no plano.





Anúncios

Uma resposta to “”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: