Arquivo para abril, 2012

Posted in tempestade on abril 17, 2012 by meuparedro





Lembro bem da tua voz
tão leve.
A harmonia do instante perfeito.
É outono e o idílio acabou.
Incapaz de desistir, me habituei a correr sozinho.
O capim cresce alto, a relva dourada ondula e sussurra.
O dia nasce como ferida que abre novamente.
Em silêncio, a criação parece espantada por ainda existir.
Como planta que jaz ao sol sem refresco,
eu me confundo com a paisagem e
perco o meu tempo.





Anúncios

Posted in idílios, tempestade on abril 4, 2012 by meuparedro





Estávamos lá,
tínhamos aquilo.
Quisemos tornar realidade.

Mas nossos caminhos não harmonizavam,
dificilmente iríamos para o mesmo lado.

Parecia lógico desistir,
mas eu não quis.
Não era a maneira de pensar a vida.
Você foi comigo, e andamos pelas noites.
Cada movimento uma promessa.
Não sabíamos se eram apenas momentos mágicos onde
tudo se encaixava,
ou se a vida poderia realmente
ser assim.

Mas as coisas nunca quiseram ser simples.
Mundos famintos exigindo cada minuto do nosso tempo.
Visões, prioridades.
A ponte ruiu.

Agora
o tempo vai passando
e ás vezes parece tão errado
ter aberto mão
em nome da facilidade dos dias.

Poderíamos ter ido longe
mas ficamos assim
agradecendo ás estrelas embaçadas
por tudo o que se tornou menos complicado.

Entende o que estou tentando te dizer ?
Aquela dor agora é outra coisa.