Estou tentando subir a escada.
Cada degrau uma batalha, devagar.
Um passo a mais de distância do chão lá embaixo.
Eu quero limpeza.
Céus grandes e livres.
Preciso de ar.

Olhando do alto a cidade viva, tudo parece pequeno.
O sol se pôs e isso é tudo o que sei agora.
Não vejo anjos voando por aí.
Já não acredito em corações de ouro.
Quanto mais eu chego perto da porta,
mais a porta está fechada.

Olhos que aprendi a amar sofrem em silêncio.
Este silêncio está na minha pele, é dele que fujo agora.
Porque a vontade não basta; não consigo realizar o que sou.
O ar não me basta.
Cedo ou tarde terei de descer e escolher minha trincheira.





Anúncios

Uma resposta to “”

  1. eu gostei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: