Depois de tantos dias
vendo o sol ser rotineiramente arremessado
para algumas horas depois afundar de novo,
ficou difícil ver razão na correnteza das coisas.
A vida vai e vem e não permite certezas;
os começos cada dia mais distantes,
a qualquer momento começam os finais.
Ano-novo.
Sempre a sensação de borbulha quase explodindo,
de vai-ser-agora.
Momento tão desarrumado,
cheio de ecos do passado que gritam e correm
e se misturam com as expectativas do futuro.
Dias inquietos como crianças no escorregador.




Anúncios

Uma resposta to “”

  1. lindo gilzito
    desarumado mesmo

    perto
    :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: