Às vezes eu retraço o momento,
sentado no escuro, observando meu sonho arder.
Sabendo que não havia nada que pudesse fazer.
Que, de qualquer maneira, tinha que acabar assim.

Fomos sempre tão intensos, fora de controle.
Nunca soubemos como lidar com isto.
Sempre machucando um ao outro.
A violência
e a pena.
Batendo minha cabeça contra a parede,
desejando morrer.

E foi minha a idéia.
Eu quis provar a mim mesmo que podia viver sem você.
Você estava correndo para longe, deixando de acreditar,
sendo capaz de me ver como eu realmente era…
Em chamas.





Anúncios

Uma resposta to “”

  1. gostei…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: