Seus olhos são relâmpagos na penumbra do quarto.
A realidade se dissolve; tudo o que quero no mundo está aqui.
Ela, só ela, tão provocante.
Frágil, mas capaz de destruir qualquer couraça.
Nossos pecados são deliciosamente clássicos.
O sabor do arrepio, eu nunca sei onde estou indo.
Na velocidade do instante, não existe qualquer certeza.
Tudo pode desaparecer a qualquer momento.
Fagulhas de desespero, quem sabe o último mergulho.
Abismo lancinante na penumbra do quarto.
Eu fecho meus olhos e nada será como antes.





Anúncios

3 Respostas to “”

  1. faz tempo que não falo…mas estou sempre a botar meu olhinhos por aqui…feito varejeira!!!

  2. **breathless.
    **Estrelas, estrelas!

  3. paixão é esse não-senso, tão desesperado e tão desejado.

    beijo, gil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: