Os portões da montanha abrem-se facilmente como a página do livro preferido. Uma vez lá dentro, meus olhos não precisam demorar-se em incertezas. As lembranças e a linguagem que criei para os momentos felizes são as coisas de cada dia.

Qual a necessidade de explicar ou fingir ser outro ?
Tudo ali me conhece e sabe de minhas preocupações e fraquezas.
Isso é o que pode acontecer de melhor – talvez o verdadeiro significado do paraíso: que não se espantem conosco nem nos exijam sucesso, mas simplesmente nos deixem entrar, como parte viva da Realidade.

Como as pedras na estrada, como as árvores.


Anúncios

2 Respostas to “”

  1. comilão!
    hehe…
    linda pastorada, Besu!

    beijim.

  2. terras de nenhú Says:

    exato!
    exata a mente
    a mensagem
    o momento
    Assim me sinto em Topotempo
    pena não seja
    eternamente.
    Porque não sou eu só
    e sim prisioneira dos meus laços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: