Foto: mari sanchez


São as mesmas calçadas, o mesmo caminho de sempre.
Imagens que vejo todo dia, dia após dia.
Mas há alguma coisa no ar, ele está mais puro.
Como se a chuva tivesse passado
e o mundo despertasse novamente.
Já vi esse meu rosto milhares de vezes,
cada manhã da minha vida.
E tenho certeza de que estes olhos não eram assim.
Alguma coisa mudou.
É como se o mundo tivesse sido criado de novo.



Anúncios

4 Respostas to “”

  1. “Onde você ainda se reconhece: na foto passada ou no espelho de agora?” (A Lista, Oswaldo Montenegro)

  2. deixei que suas palavras escorressem em minha alma. me sinto de coração e olhos limpos.

  3. E a cada passo a paisagem se curvava alegre sem que os transeuntes pudessem perceber, mas o vento que soprava o movimento não disfarçava a festa. Ê vida!
    Os carros passavam, a luz apagava e seus olhos, na escuridão, se acendiam.

    * beijos

  4. Nessa subida.
    Não posso vir ao alto
    Sem te trazer comigo
    a todo custo.
    outro caminho é outro caminho
    ou um prumo do fogo se quiser
    Tudo em ordem
    Mas que ordem?
    embora magoada
    na subida
    a ordem se insere com tanta propriedade
    )mãos trincando de frio(
    tua cara rarefeita
    momentos e ordens de entrega e frutos
    nesse topo da tua colina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: