O ano termina estranho
em suas definições e distâncias.

( O desamparo da figueira sobre o riacho,
como personagem que chora
por seu único amor perdido, me lembra como é fácil cair.
Eu, que tinha tanta certeza
quando prometi meu mundo a você. )

Poucas e brilhantes estrelas.
Algumas não quiseram ser perdidas, e permanecem sempre.
Outras quiseram.
Agora arder um pouco mais forte. To burn a little brighter.

Ah, é linda a estrada, e vai dar no mar.




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: