Arquivo para junho, 2009

Posted in as coisas on junho 30, 2009 by meuparedro




Estes dias me ensinam a natureza do necessário.
Que não basta ser, que querer não é quase nada.
As verdades que pareciam imunes ao tempo
secam ao sol
finalmente duvidosas.

Eu ando pelas calçadas
e insisto em sonhos ultrapassados.
Subo as ruas da minha vida procurando
por um pouco de caos mas não há acidentes no céu,
os dias são tão normais.
As mais velhas ilusões
desapontam-se na esteira dos dias.
Talvez seja a hora de aprender
aquilo que nunca foi
em mim
uma forma de levar.





Anúncios

Posted in as coisas, idílios on junho 13, 2009 by meuparedro




Gostar de viver
e tentar aprender alguma coisa.
Aproveitar o vento porque seja como for,
o futuro começa mais ou menos agora.
Cair e levantar e tentar de novo
ainda que ás vezes pareça absurdo.
Levar todo o tempo que for necessário,
as respostas demoram mesmo a aparecer.
Na verdade, não há muito mais do que aquilo que vemos todo dia.
Castelos de areia são apenas areia.
Saber se distanciar um pouco de vez em quando.
De alguma forma as coisas vão se descortinar,
e não é preciso prender a respiração até lá.





Posted in as coisas on junho 4, 2009 by meuparedro




Alguma hora você se dá conta de que aquilo que queria há tanto tempo, os planos e fugas mirabolantes… não é por aí. Você sabe que faz parte de tudo isso. Não existe a solução mágica e quer saber ? Não faz mal. Você dá tudo de si e não pede nada em troca, e acredita que isso vai voltar algum dia, que as pessoas vão perceber. Elas não percebem. Só te cobram mais. Aí você pára de querer mudar o mundo e compreende que é assim que funciona. Porque entre a vida valer ou não a pena existem poucas coisas, e é preciso estar na tempestade para tê-las. Dói e deixa marcas, mas é bonito. E ás vezes você vence, e sabe sempre que pode vencer de novo. E assim vai.
E está tudo bem.