Arquivo para abril, 2009

Posted in tempestade on abril 24, 2009 by meuparedro




Ás vezes o passado
revoluteia
como uma ampulheta
e a areia espalhada
da circunstância
cega meus olhos
para você.

A chuva
desenha idéias no vidro da janela
e faz renascer
os padrões mais loucos
na minha mente.

Agora estou aqui
reconstruindo o meu silêncio
tentando enganar o tempo
perdendo a minha cabeça.





Posted in as coisas on abril 17, 2009 by meuparedro




Hoje não consegui fazer sentido.
Não tive nada a dizer.
Minha mente maquinando
as mais ignorantes complexidades.
Imaginando o que é que torna o mundo tão lento
o que me faz sentir tão louco.
Andei pelas ruas
procurando por velhos amigos.
Nomes rabiscados nas margens
desse amontoado de histórias que até aqui,
parecem apenas absurdas.
Mas já não sei qual é qual ou quem é quem
eles roubaram os rostos uns dos outros.





Posted in as coisas on abril 9, 2009 by meuparedro




Ah aquelas madrugadas de inverno. Éramos gigantes percorrendo os caminhos da cidade. Bêbados, mal-educados, livres; bebida barata contra o frio e nada no caminho. É preciso contar essas histórias. Gritar ao mundo o significado de cada momento, os dias épicos desse tempo que acaba se dissolvendo em brumas de calendário. Noites de ânsia e espera, amores instantâneos que vêm e vão. Do nada e para sempre. Episódios que voltam em sonhos e rostos e vontades quase sem sentido.
Eu quero contar as minhas histórias. Quero ser bobo, exagerado; imaturo.
Trazer de volta cada fantasma, retraçar cada descoberta.
Antes que a vida se torne fácil demais e eu me esqueça.
Antes que fique escuro.